Forro de Gesso e Drywall

FORRO DE GESSO

O forro de gesso tem sido muito usado por arquitetos para reformas, pois com ele é fácil de corrigir imperfeições das lajes e vigas, além disso oferece flexibilidade no projeto de iluminação e também da acústica, podendo ser usada placas especiais ou placas de gesso duplas, juntamente de outros materiais, como a fibra mineral. Além disso o forro de gesso te dá opção de forros curvos, removíveis e que auxiliam na redução de odores, melhorando a qualidade do ar.

Vantagens e desvantagens do gesso na construção civil

O gesso apresenta, porém, algumas desvantagens, que limitam seu uso. Em contato com água pode se dissolver, o que faz com que não possa ser utilizado em áreas externas, sujeitas a chuvas. Pode, entretanto, ser usado em áreas internas úmidas, como banheiros por exemplo, desde que convenientemente protegido.

Quando usado em revestimentos, a espessura da camada de gesso deve ser pequena (embora possa atingir até 2cm, o ideal é em torno de 0,5cm), pois espessuras elevadas fazem-no trincar. Isso exige que seja aplicado em paredes e tetos bem regulares quanto à sua planeza. Se na superfície da parede ou teto estiver muito irregular é necessária aplicação do emboço antes do gesso, fazendo com que seu uso não se torne tão vantajoso.

O gesso tem também baixa resistência a choques, não devendo ser utilizado em áreas de tráfego intenso de pessoas ou cargas, como acontece, por exemplo, em áreas de circulação de prédios comerciais ou industriais. Seu uso é indicado para áreas internas residenciais ou de escritórios.

 

               

DRYWALL

Você já ouviu falar de Drywall ou parede de gesso? Esse tipo de construção é muito usual nos Estados Unidos, mas tem ganhado muita força aqui no Brasil também, e é uma ótima aposta para quem está buscando praticidade no momento da obra.

É bem comum usar o termo Drywall para esse tipo de técnica, mas na verdade o que não faltam são nomenclaturas, já que o Drywall também é chamado de parede de gesso, placa de gesso ou parede seca. Essa técnica se refere a um tipo de mistura feita com gesso, água e aditivos que preenchem duas lâminas de papel acartonando, formando assim placas fabricadas industrialmente e que podem funcionar como paredes ou até como forro.

Vantagens e desvantagens do drywall na construção civil

Rapidez com certeza é o principal ponto que favorece o uso das placas de gesso. O processo de instalação é muito rápido e prático quando comparado a outros tipos de construção tradicional, não provocando sujeiras, por ser uma parede seca (sem adição de elementos ligantes, como cimento), não há quase nada de pó e sujeira e a instalação envolve apenas a fixação das placas na estrutura metálica ou de madeira. Para reformas, o processo também é simples e sem gerar muita poeira e entulho.

Menor custo também é uma das características do Drywall, além de ter preço barato para as placas, o custo mais baixo também reflete em outros processos da obra, como na fundação que não precisa ser tão reforçada, já que as placas de gesso são mais leves e na pintura, que dispensa todo o processo de preparação para deixá-la mais lisa, uma vez que as placas acartonadas já são lisas e bem mais simples de pintar.